Students Save 30%! Learn & create with unlimited courses & creative assets Students Save 30%! Save Now
Advertisement
  1. Music & Audio
  2. Automation
Music

Automação em Mastering: Volume e além

by
Difficulty:IntermediateLength:ShortLanguages:

Portuguese (Português) translation by Renato Somel (you can also view the original English article)

Neste tutorial vou mostrar-lhe como melhorar as misturas concluídas através da aplicação de várias técnicas de automação ao masterizar.

Vou olhar para os prós e contras potenciais das técnicas e por que você pode querer empregar uma técnica sobre outra.

A automação pode ser descrita como movimento de um parâmetro, por exemplo, um fader durante a música. Esses movimentos podem ser programados (tempo de passo) ou executados (tempo real). A estação de trabalho tem a capacidade de recuperar esses movimentos na reprodução.

Automatizando Volume

Mudanças de volume para um mix geral podem ajudar a adicionar mais energia e excitação a uma faixa. Essas mudanças podem ser gradual ou súbita. Um aumento súbito pode ajudar a elevar um coro enquanto uma mudança gradual pode intensificar uma acumulação.

Antes de olhar para automatizar o volume, é importante entender como você o mede. Abaixo estão duas maneiras de calculá-lo-pico e RMS.

  • Volume de pico: Até que ponto a medição está afastada ou sobre a célula (0,0dB)
  • RMS: O volume médio em uma janela de tempo

O cérebro normalmente usa o RMS, ou quadrado médio de raiz, valor em julgar como alto ele percebe a música para ser. O volume médio pode ser controlado a partir de um parâmetro chamado limite / ganho que é comum a um limitador.

Aumentar o valor de RMS fará com que ele soe mais alto, mas a um custo de um menor intervalo dinâmico.

Tente elevar as seções de coro de um pedaço de música, fazendo o refrão um pouco mais alto, em seguida, os versos. Seja sutil para não perder muito da dinâmica como discutido no parágrafo anterior. Eu normalmente não automatizar o limiar mais então 1dB para 1,5dB.

As seções de ponte muitas vezes funcionam bem para o oposto, reduzindo o limiar na medida em que nenhuma redução de pico está ocorrendo. Isso resulta em dar a seção chorus uma impressão ainda maior.

Automatizando o volume máximo

Automatizar o volume de pico é freqüentemente usado para desvanecimentos. Você pode automatizar o volume máximo de um fader.

Para Desvanece, o limitador precisa ser pré-fader. Se o seu desvanecimento que você precisa para controlar o limitador, em vez fader controlar o efeito que tem sobre o limitador.

Por exemplo, se o limitador foi pós-fader, e você puxou para baixo o volume no fader, a quantidade de volume que entra no limitador diminuiria.

O limitador chegaria a um ponto em que não está atenuando, porque agora não tem picos a reduzir. Isso resultaria em uma faixa dinâmica menos consistente no fade out.

Automação de Largura Estéreo

Automatizar a largura estéreo de uma música pode fazer uma seção se sentir mais épico. No entanto, o alargamento demasiado estéreo durante a masterização pode provocar phasing, resultando em um som mais fino.

Tente automatizar a largura estéreo, atenuando os lados para um verso (pic 1) e impulsionando para um refrão (foto 2). Isto dará uma maior sensação de largura com um risco reduzido de faseamento.

Como regra geral eu não aumentar os lados mais de 0,5db. Outra dica é usar uma ferramenta que lhe dá controle sobre a largura estéreo de uma banda em vez de toda a faixa de frequência. Isso ajudará a manter um mestre mais estável.

Verse 05db cut in the high mids
Verso: corte de 0,5 dB nos médios altos
Chorus 05db boost in the high mids
Refrão: aumento de 0,5db nos médios altos

Automatizando um Compressor

Não é usual automatizar um compressor na masterização, em particular o tempo de ataque, ajudando a criar variedade e movimento dentro de um mestre.

Mudar para um tempo de ataque mais lento para um refrão muitas vezes funciona bem ao tornar o som da seção mais adiantado, resultando em um mestre mais tridimensional.

Automação em Restauração de Ruído

Restauração é o processo de remoção de artefatos como silvo, crackle e zumbido do áudio. Muitas vezes é melhor para remover artefatos antes de masterização, criando um melhor ponto de partida que trabalhar com.

O ruído é o resultado de uma fraca relação sinal / ruído mais evidente durante as suas partes mais silenciosas, por exemplo, o início eo fim do áudio.

O problema com as ferramentas de restauração é que elas não são inteligentes o suficiente para se concentrar apenas no ruído, muitas vezes removendo frequências fundamentais nas seções mais ocupadas da música.

Com isso em mente, a automatização de um plug-in de restauração para se engajar apenas nas seções mais esparsas - como o ruído é apenas um problema se você pode ouvi-lo - pode ser uma opção melhor para reter a qualidade do áudio em todo.

Automatizando um De-Esser

O papel principal de de-esser é reduzir a sibilância vocal, sílabas como a aspereza das palavras começando com S e T, freqüentemente vivendo no meio-intervalo superior. Um de-esser, entretanto, não pode reconhecer a diferença entre um S ou T áspero e aquele de um hash o chapéu alto por exemplo.

Novamente, engajar o plug-in somente quando a sibilância ocorrer ajudará a manter a qualidade do áudio.

Automatizando Reverb

Usando o reverb no mastering é mais freqüentemente usado em um processo corretivo, em vez de um criativo.

Ocasiões surgem quando um engenheiro de masterização recebe uma faixa com o final da cauda subjetivamente corte muito curto. É aqui que o reverb automatizado pode ajudar.

Automatizar o reverb do seco ao molhado no tempo com o fade pode ajudar a alisar ou prolongar o fade, dando um mestre mais profissional.

Conclusão

Neste tutorial eu olhei para automatizar a intensidade, largura e profundidade para ajudar a criar um mestre mais emocionante, épico e tridimensional.

Além disso, eu cobri automatização corretiva enquanto ajudando a perversa a qualidade do áudio.

Algumas ou todas as técnicas discutidas podem ser aplicadas a um único mestre.

Advertisement
Advertisement
Looking for something to help kick start your next project?
Envato Market has a range of items for sale to help get you started.